Filósofo Luiz Felipe Pondé explica por que deixou de ser ateu

A revista Veja de 13/7 publicou entrevista interessante com o filósofo Luiz Felipe Pondé, de 52 anos. Responsável por uma coluna semanal na Folha de S. Paulo e autor de livros, Pondé costuma criticar certezas e lugares-comuns bem estabelecidos entre seus pares. Professor da Faap e da PUC, em São Paulo, o filósofo também é estudioso de teologia e considera o ateísmo filosoficamente raso, mas não é seguidor de nenhuma religião em particular. Pondé diz que “a esquerda é menos completa como ferramenta cultural para produzir uma visão de si mesma. A espiritualidade de esquerda é rasa. Aloca toda a responsabilidade do mal fora de você: o mal está na classe social, no capital, no estado, na elite. Isso infantiliza o ser humano. Ninguém sai de um jantar inteligente para se olhar no espelho e ver um demônio. Não: todos se veem como heróis que estão salvando o mundo por andar de bicicleta”. Sobre sexo, ele diz: “Eu considero a revolução sexual um dos maiores engodos da história recente. Criou uma dimensão de indústria, no sentido da quantidade, das relações sexuais – mas na maioria elas são muito ruins, porque as pessoas são complicadas.”
Por que a política não pode ser redentora?
O cristianismo, que é uma religião hegemônica no Ocidente, fala do pecador, de sua busca e de seu conflito interior. É uma espiritualidade riquíssima, pouco conhecida por causa do estrago feito pelo secularismo extremado. Ao lado de sua vocação repressora institucional, o cristianismo reconhece que o homem é fraco, é frágil. As redenções políticas não têm isso. Esse é um aspecto do pensamento de esquerda que eu acho brega. Essa visão do homem sem responsabilidade moral. O mal está sempre na classe social, na relação econômica, na opressão do poder. Na visão medieval, é a graça de Deus que redime o mundo. É um conceito complexo e fugidio. Não se sabe se alguém é capaz de ganhar a graça por seus próprios méritos, ou se é Deus na sua perfeição que concede a graça. Em qualquer hipótese, a graça não depende de um movimento positivo de um grupo. Na redenção política, é sempre o coletivo, o grupo, que assume o papel de redentor. O grupo, como a história do século 20 nos mostrou, é sempre opressivo.
Em que o cristianismo é superior ao pensamento de esquerda?
Pegue a ideia de santidade. Ninguém, em nenhuma teologia da tradição cristã – nem da judaica ou islâmica –, pode dizer-se santo. Nunca. Isso na verdade vem desde Aristóteles: ninguém pode enunciar a própria virtude. A virtude de um homem é anunciada pelos outros homens. Na tradição católica – o protestantismo não tem santos –, o santo é sempre alguém que, o tempo todo, reconhece o mal em si mesmo. O clero da esquerda, ao contrário, é movido por um sentimento de pureza. Considera sempre o outro como o porco capitalista, o burguês. Ele próprio não. Ele está salvo, porque reclica lixo, porque vota no PT, ou em algum partido que se acha mais puro ainda, como o PSOL, até porque o PT já está meio melado. Não há contradição interior na moral esquerdista. As pessoas se autointitulam santas e ficam indignadas com o mal do outro.
Quando o cristianismo cruza o pensamento de esquerda, como no caso da Teologia da Libertação, a humildade se perde?
Sim. Eu vejo isso empiricamente em colegas da Teologia da Libertação. Eles se acham puros. Tecnicamente, a Teologia da Libertação é, por um lado, uma fiel herdeira da tradição cristã. Ela vem da crítica social que está nos profetas de Israel, no Antigo Testamento. Esses profetas falam mal do rei, mas em idealizar o povo. O cristianismo é descendente principalmente desse viés do judaísmo.
Também o cristianismo nasceu questionando a estrutura social. Até aqui, isso não me parece um erro teológico. Só que a Teologia da Libertação toma como ferramenta o marxismo, e isso sim é um erro. Um cristão que recorre a Marx, ou a Nietzsche – a quem admiro –, é como uma criança que entra na jaula do leão e faz bilu-bilu na cara dele. É natural que a Teologia da Libertação, no Brasil, tenha evoluído para Leonardo Boff, que já não tem nada de cristão. Boff evoluiu para um certo paganismo Nova Era – e já nem é marxista tampouco. A Teologia da Libertação é ruim de marketing. É como já se disse: enquanto a Teologia da Libertação fez a opção pelo pobre, o pobre fez a opção pelo pentecostalismo.
O senhor acredita em Deus?
Sim. Mas já fui ateu por muito tempo. Quando digo que acredito em Deus, é porque acho essa uma das hipóteses mais elegantes em relação, por exemplo, à origem do universo. Não é que eu rejeite o acaso ou a violência implícitos no darwinismo – pelo contrário. Mas considero que o conceito de Deus na tradição ocidental é, em termos filosóficos, muito sofisticado. Lembro-me sempre de algo que o escritor inglês Chesterton dizia: não há problema em não acreditar em Deus; o problema é que quem deixa de acreditar em Deus começa a acreditar em qualquer outra bobagem, seja na história, na ciência ou sem si mesmo, que é a coisa mais brega de todas. Só alguém muito alienado pode acreditar em si mesmo. Minha posição teológica não é óbvia e confunde muito as pessoas. Opero no debate público assumindo os riscos do niilista. Quase nunca lanço a hipótese de Deus no debate moral, filosófico ou político. Do ponto de vista político, a importância que vejo na religião é outra. Para mim, ela é uma fonte de hábitos morais, e historicamente oferece resistência à tendência do Estado moderno de querer fazer a cura das almas, como se dizia na Idade Média – querer se meter na vida moral das pessoas.
Por que o senhor deixou de ser ateu?
Comecei a achar o ateísmo aborrecido, do ponto de vista filosófico. A hipótese de Deus bíblico, na qual estamos ligados a um enredo e um drama morais muito maiores do que o átomo, me atraiu. Sou basicamente pessimista, cético, descrente, quase na fronteira da melancolia. Mas tenho sorte sem merecê-la. Percebo uma certa beleza, uma certa misericórdia no mundo, que não consigo deduzir a partir dos seres humanos, tampouco de mim mesmo. Tenho a clara sensação de que às vezes acontecem milagres. Só encontro isso na tradição teológica.
Fonte: CACP

118 comentários em “Filósofo Luiz Felipe Pondé explica por que deixou de ser ateu

  1. Achei interessante o juízo que ele faz da espiritualidade esquerdista e como ele vê o ser humano em ralação à política que não vê o mal dentro de su mesmo e sim na estrutura social. Já é um avanço se contrapor a essa religiosidade bondosa que vem sendo pregada ultimamente.

    Curtido por 1 pessoa

  2. O prezado filosofo perdeu completamente a credibilidade, na minha opinião. Ao afirmar que deus pode ser uma hipótese, ele demonstrou que não entende o que significa hipótese. Usar o termo “hipótese” fora do contexto cientifico não tem lógica. Ao chamar as ciências de “bobagens” demonstrou ser um filosofo analfabeto em ciências. Felizmente, nem todos filósofos estão alienados em ciências.

    Curtir

      1. Filósofos que nao tem entendimento cientifico fazem perguntas equivocadas, pois ha muito tempo a ciência tornou a filosofia obsoleta na função de explicar a realidade que nos cerca. Colega, no meu texto nada diz sobre certezas absolutas, pois sei ha muito tempo que vivemos num mundo de probabilidades. Entao ja que não ha certezas absolutas, te pergunto, qual a probabilidade de existir o deus que voce e o prezado filosofo acreditam ( ha quase mil ja imaginados por outros filósofos)? Nos diga quem eh esse deus e depois nos apresente evidencias e lógica na tua resposta, mas por favor não traga a estupidez bíblica, abraços.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Ué, se você quer uma prova de que Deus existe, procure. Ninguém aqui tava querendo te provar nada, sendo que você não pode provar que Deus não existe. E vou te adiantando que a probabilidade de existir um Criador é maior do que a de não existir.
        E não fique putinho so porque o sujeito em questão deixou de acreditar no que você acha que é certo.

        Curtido por 2 pessoas

      1. Que bom que temos tanta incerteza, assim, ninguém está errado e cada um pode seguir o seu caminho com certeza de que está fazendo o certo.

        Curtir

      2. Prezados Davi, Sandro e Ricardo não da para desenhar aqui ja que vocês não estão conseguindo interpretar um simples texto. Meu comentário foi uma critica construtiva ao filosofo baseado nas suas afirmações. A única certeza que tive ate agora eh que analfabetismo funcional eh lastimável!

        Curtir

    1. Prezado Sr Jose Antonio,

      Já que a ciência é o novo ‘deus’ com a onipotência de provar tudo, por questão de honestidade intelectual, neste momento, o sr deve nos demonstrar o próprio método científico.

      Abraços

      FirebalI

      Curtir

      1. Quem disse que a ciência eh o novo deus hahaha Colega, a ciência eh simplesmente o melhor método inventado pelo ser humano para que consigamos chegar perto da verdade e conhecer a realidade que nos cerca. O sr eh obcecado por deuses ahahaha

        Curtir

      2. Tentei entender estes esclarecimentos filosófico , teológico e científico e peço desculpas pelo meu ceticismo e ignorância. Mas como homem sinto que precisamos evoluir, mas até lá, vou opina ficamos com Deus.

        Curtir

      1. Expressando raiva contra qual deus? O deus que você imagina ou que o Ponde imagina? Colega, ateísmo não eh mera opinião. Ateísmo eh não aceitar as explicações para existência de deus (todos) como validas por falta de evidencia e lógica. Opinião qualquer um pode ter, quero ver você ou qualquer outro teólogo ou filosofo de plantão definirem seu deus e depois demonstrarem por evidencias e lógica que ele eh real e não pura imaginação. Abcs.

        Curtir

      2. Ihhhhh,começo o embate ateus x religiosos…as coisas não são pretas ou brancas não gente…há muitas cores entre elas…não vejo sentido no pq ter de ser ciência x religião…o mecanismo científico de descobertas não é uma coisa exata…está cheio de TEORIAS científicas por aí tb..nem a religião pode explicar td…E cá entre nós pode-se tudo em nome de Deus pq esta entidade jamais vai se manifestar e dizer quem de fato está certo ou quais são as práticas que mais a agradam…por fim,não vejo problema nenhum em se crer em Deus e na ciência como uma possibilidade que nos é oferecida,assim como a possibilidade de sermos racionais,coisa que não nos vem automaticamente…a beleza das coisas ao meu ver está exatamente dentro das possibilidades que acredito não serem fechadas e acabadas..temos ainda muito chão pela frente como humanidade.

        Curtir

      1. Ele disse: “o problema é que quem deixa de acreditar em Deus começa a acreditar em qualquer outra bobagem, seja na história, na ciência ou sem si mesmo, que é a coisa mais brega de todas” O sr Fellipe pensa que o texto acima eh como a bíblia, a qual cada um interpreta conforme seu interesse. Colega, acreditar em ciência como religião eh uma grande falácia dos teístas, pois a ciência se baseia em evidencias e lógica e não fe, na qual se baseiam as religiões. Nota-se que o sr ainda não foi alfabetizado em ciência, pois demonstrou não conhecer os elementos básicos que a constitui.

        Curtir

    2. Ele não menosprezou a ciência, só disse que esta não é capaz de oferecer respostas para tudo. Basicamente se pôs contra o cientificismo.
      Sobre usar o termo “hipótese”, qual o problema? Palavras são criadas todos os dias – as vezes sem necessidade – e nem isso é um problema. A menos que você também seja contra os neologismos de hoje. Bom, falemos latim então.

      Curtir

      1. Se alguém te chama de asno não esta te menosprezando? Foi isso que ele fez ao dizer que acreditar em ciência eh bobagem. O problema foi usar o termo “hipótese” para deus mesmo no sentido cotidiano da palavra não faz o menos sentido ou lógica. Ele foi infeliz em varias outras afirmações, por exemplo de achar o “ateísmo aborrecido sob o ponto de vista filosófico” Aqui ele mostra ignorância do significado de ateísmo. Ateísmo eh simplesmente não aceitar as explicações filosóficas etc sobre a existência de deus (todos imaginários) validas por falta de evidencias e lógica. Enfim, ao expressar discordância em relação as afirmações dele, não significa que sou contra nada colega, muito menos contra o Ponde.

        Curtir

    3. Ué, se você quer uma prova de que Deus existe, procure. Ninguém aqui tava querendo te provar nada, sendo que você não pode provar que Deus não existe. E vou te adiantando que a probabilidade de existir um Criador é maior do que a de não existir.
      E não fique putinho so porque o sujeito em questão deixou de acreditar no que você acha que é certo.

      Curtir

    4. A ciência no passado já considerou que a Terra era o centro do universo, e que o átomo era indivisível; hoje sabemos que o átomo é divisível… A ciência médica no passado já considerou que doenças eram transmitidas pelo ar; hoje sabemos que existem bactérias, vírus, etc.. etc…
      Ou seja a ciência já cometeu seus erros e está sendo aperfeiçoada; portanto não é perfeita, é construída a partir do conhecimento humano; então é melhor acreditar em Deus (que é perfeito), do que acreditar no homem, que é imperfeito e foi criado por Deus.

      Curtido por 1 pessoa

      1. so para finalizar: deixei bem claro que a perda de credibilidade que EU tinha no Ponde. Se outros continuam a vê-lo com credibilidade eh problema dos outros não meu. A minha credibilidade em pessoas (pode ter a autoridade que tiver, pois não me impressiono com as autoridades), que seguem um livro antigo escrito por povos ignorantes e imorais eh ZERO.

        Curtir

      2. Caro Jose,
        Igualmente ZERO é a credibilidade que tenho por pessoas como você que não têm um mínimo de entendimento sobre os assuntos que tenta comentar falhando miseravelmente.
        O Ateísmo não possui lógica nenhuma, pois falha, repito, miseravelmente, em comprovar que os instrumentos que usa para negar a existência de Deus são adequados para a função para qual os Ateus tentam usá-lo. E dai que a sua “lógica” afirma que Deus não existe? Quem disse que aquilo que você chama de “lógica”, que não passa na verdade é um nome que você da para a sua visão limitada, parcial e subjetiva da realidade, tem escopo suficiente para determinar se Deus existe? A comprovação do que digo é que outras pessoas muito mais inteligentes e preparadas do que você usam o que chamam de “lógica” e chegam a conclusões completamente diferentes da sua.
        O Ateísmo não passa de uma crença com fundamentação muito pior do que a maioria das religiões. Se um Deus transcendente existe, um Deus que transcende, segundo a sua descrição, tanto a criação (universo) quanto o tempo, é lógico (veja só) que o raciocínio humano, que é incrivelmente limitado quando colocamos ele em perspectiva com o resto do universo, é por definição incapaz de compreender a existência de algo que o transcende além da possibilidade de descrição. É como esperar que uma formiga venha a entender conceitos de física quântica, por exemplo.
        Por isso a maioria das religiões baseiam suas crenças na revelação. Se algum conhecimento é nos dado de uma plataforma superior, além de tempo e espaço conhecidos, esse conhecimento teria, logicamente, que ser revelado, e não deduzido.

        As únicas opções racionais acerca da existência ou não de um Deus criador que transcende a sua criação são o Deísmo ou o Agnosticismo.

        O Ateísmo não é uma opção racional, pois não consegue nem comprovar que os instrumentos que usa são adequados para formar as conclusões que chegam e tão pouco conseguem demostrar a suas próprias conclusões usando os instrumentos que tem (não conseguem “provar” que Deus não existe).

        Curtir

    5. Ninguém pode perder a credibilidade falando o que pensa, as vezes uma declaração não satisfaz a todos e é tão claro quando diz que não coloca Deus em assuntos políticos e moral.

      Curtir

      1. Engano seu, perde sim. Não só a credibilidade como o prestígio intelectual. E nenhuma pessoa pública fala aquilo que pensa, seriam todos linchados.

        Curtir

  3. Just brilliant! A lucidez e honestidade de suas reflexões são de magna importância na atua crise e caos em que ‘os salvadores da pátria’ deixaram o Brasil.

    Curtir

  4. Matéria da Veja já é suspeita, a Veja não é uma revista isenta, mas sim de propaganda da direita. Vejamos, ele não fala da luta de classes que fala Marx, da mais valia, onde a burguesia como ele fala explora os mais pobres para aumentar sua riqueza, etc.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Juarez, vc tem um cérebro estruturado pelo pensamento marxista… então vc não consegue entender nada que não seja luta de classes, burguesia, mais valia,………….. que coisa monótona deve ser sua existencia, nenhuma outro tipo de sinapse, sempre a mesma, e um papai e mamãe eterno….

      Curtido por 1 pessoa

  5. Quando assumi que sou ateu, me senti mais feliz e liberto.Passei a acreditar mais nas pessoas como seres normais e nao imagem de Deus.Passei a entender a natureza sem uma mao divina.Abriu minha mente.Sou mais feliz e faco o bem sem esperar recompensa do ceu.Isso eh admiravel no ateu!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Você esta completamente equivocado, quando você se liberta é que você entende a verdadeira excelência de Deus, ser liberto não é querer ser Cristo e sim entregar sua vida inteiramente nas mãos dele.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Você perguntou: “qual deus?”
        Respondo: ao Único que é digno de receber, a honra e a glória, a força e o poder; ao Deus Eterno, imortal, invisível, mas real. A Ele, tributamos o louvor!

        Curtido por 1 pessoa

    2. Deus é o sentimento que proclamas quando faz o bem. Nas doutrinas que construíram a sua elevação ou opinião, como queira, não prestastes atenção nos detalhes mais importantes. Mas fique tranquilo, pois você está permeado de graça (vida)!!!

      Curtir

    3. Quando o homem se assume ateu ele se torna a pior das criaturas, dali em diante é ele por ele mesmo. O ateu pertence a este mundo, o mundo que ele criou e ao contrario do que pensa não é livre, é escravo da sua estupidez e das coisas que ele pensa que compreende.

      Curtir

  6. Geralmente, nós cristãos somos vistos como alienados (ainda que alguns sejam mesmo), por isso sempre é bom ler pensadores que têm uma visão mais ampla e otimista do cristianismo. Principalmente, nestes dias de grandes falsos profetas que estão deturpando o Evangelho, isto leva a maioria a colocar todos dentro de um mesmo (e negativo) saco. De fato, o Deus da Bíblia não é esse carrasco pintado por muitos, é na verdade um Pai amoroso que atrai com graça imerecida por todos, de fato não há e nunca houve santo, o homem precisa de Cristo (o Messias) exatamente por isso, é incapaz de redimir-se, de resgatar-se.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Gostei muito do seu comentário Ázara. Não há maior liberdade do que nos submetermos aos cuidados de um Pai Justo, Santo e Soberano!!!! E Jesus Cristo faz a “ponte” para que possamos ir ao Pai através dele, sendo esse Ele mesmo O Caminho e A Verdade e A Vida!

      Curtir

  7. A única coisa que sei, é que tenho muito a aprender. Minha fé num criador foi sempre inabalável. Não critico religiões, pois deve haver alguma função para elas. Só acho que elas deveriam ensinar as pessoas a serem felizes de verdade. Saber distinguir prazer, alegria de felicidade é fundamental. Posso ser feliz estando triste! Hoje acredito que tenho Deus, e o diabo dentro de mim, quando descobri isso, tratei de deixar que Deus (que habita meu coração) dominasse o diabo que existe em minha mente. Com isso resolvi meus conflitos interiores, com essa solução, consegui uma consciência tranquila. Certamente poderei errar novamente, mas minha capacidade de percepção dos erros melhorou, e assim pude errar menos! Simples assim!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Na verdade, se os fanáticos religiosos (veja que não estou generalizando como voce) não tentassem impor suas crenças em dogmas bíblicos a toda sociedade, os ateus não perderiam tempo em relutar.

      Curtir

      1. Se prestarem atenção verão que “deus” eh apenas uma palavra que expressa o medo que temos da morte e o desejo de vida eterna. Somos frágeis mortais e essa ideia no enche de terror, assim um “pai imaginário protetor” e outros seres divinos imaginários ajudam a lidar com essa fraqueza e medo da morte. Num momento de tragédia gritam deus, na doença gritam jesus ou sua mae e assim caminha a humanidade

        Curtir

    2. Existem muitas religiões. Você não vê ateus torrando o egg de espiritas, umbandistas, budistas.
      Oque nos enche o saco é a bancada evangélica e a tentativa de regular a vida do universo de acordo com um livro escrito por estupradores de cabras semi analfabetos.

      Curtir

  8. Prof Luis Pondé, perdoe minha ousadia. É possível, sim, saber que a graça provém de Deus, por causa do Seu caráter, por ser Ele gracioso, misericordioso,” tardio em irar-se e cheio de compaixão, pois sabe que somos pó…” Verdade: é a graça de Deus que nos redime. Ninguém é capaz de ganhar a graça por seus próprios méritos. Se assim o fosse, a graça não seria graça, pois ela é “um favor imerecido”. A graça existe exatamente porque ninguém a merece, e a consciência do nosso demérito é que nos torna recipientes da graça. Sim, só e exclusivamente Deus, em sua perfeição, como o Sr.. diz muito bem, nos concede a Sua graça! A única coisa que impede alguém de ser alvo da graça de Deus é o orgulho, a autosuficiência do ser humano. Ela é oferecida a todos, mas é recebida pessoalmente, de um a um. No geral, o homem, a mulher, ao aprender um pouco mais, ao crescer em conhecimento, nega a Deus. Por isso, o Filho de Deus, Jesus Cristo, afirmou categoricamente: “Se não vos tornardes como uma criança, jamais entrareis no Reino dos Céus”. A Bíblia é o livro de Deus e nele estão os tesouros da sabedoria, e do conhecimento do Seu Grande Autor!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Além de ser a palavra de Deus .foi o primeiro manual lançado no mundo. Se permita a chance da dúvida e leia a bíblia, como um manual e você terá todas as respostas que necessita.

      Curtir

      1. A bíblia eh um livro interessante em termos histórico pois nos permite saber como pensavam aqueles povos antigos e primitivos. Entretanto, ela eh apenas um livro antigo escrito por povos ignorantes e imorais. Veja bem, segundo a bíblia a escravidão eh aceitável, assim como subjugar a mulher e apedrejar ate a morte mulheres adulteras e crianças desobedientes. Se você crê num deus bondoso, não siga a bíblia pois o deus la descrito eh sanguinário genocida e infanticida. O que a Milzede parece sugerir eh que precisamos ser ignorantes para merecer a “graça divina” Olha qualquer que seja a definição para graça divina entenda que a ignorância não faz nenhum ser humano ser melhor, ao contrario.

        Curtir

  9. Republicou isso em Boas Novas para Cristãos Ansiosose comentado:
    Ninguém domine sobre vocês (Col 2:18)

    “De todas as tiranias, aquela exercida sinceramente em prol do bem de suas vidas talvez seja a mais opressiva.

    É melhor viver sob exploradores ladrões do que sob a onipotência moral dos intrometidos.

    A crueldade dos exploradores às vezes adormece, sua cobiça pode ser saciada em algum momento; mas aqueles que nos atormentam em nome do nosso próprio bem nos atormentarão para sempre, porque eles o fazem com a aprovação das suas próprias consciências.

    Eles podem ser mais propensos a ir para o céu, mas ao mesmo tempo mais propensos a fazer um inferno da terra. Esta mesma bondade atormenta com insultos intoleráveis. Para ser “curado” contra a sua vontade, e curado de estados que podemos não considerar como doenças é ser colocado ao mesmo nível daqueles que ainda não atingiram a idade da razão ou que nunca o farão; ser classificado como bebês, retardados e animais domésticos.”

    C.S. Lewis

    O Evangelho não é para quem se acha “do bem”, estes não precisam do Evangelho, pois têm sua própria justiça, mas o Evangelho é a justiça de Deus aplicada em Cristo para perdão destes que se enxergarem em sua pequenez, se prostrarem diante de Deus e se reconhecerem como pecadores igual a todos. Em terminologia teológica: Arminianismo e pelagianismo. Uma receita que agrada ao ego e auto-afirmaçäo das pessoas — O Evangelho não é uma forma de auto-afirmação e Bem-estar físico, mental, espiritual e psicológico (mente sã, corpo são), como tantos o usam, mas de auto negação e arrependimento.

    Curtir

  10. Engraçado, eu já vejo uma série de semelhanças entre os antigos guerrilheiros e santos cristãos em geral, ainda que por diferentes causas: desapego à própria vida pessoal, sacrificio em prol de uma causa acima da sua vontade pessoal, doação da vida para um bem maior. Acho que o Ponde deve ter sofrido bullying dos colegas de esquerda. É muito recalque e uma visão rasa que confunde a luta social com vida espiritual. Ateu ou crente não faz diferença, continua um babaca.

    Curtir

  11. Pondé continua sendo ateu quando refere-se a Deus como sendo uma boa hipótese. Ele é um bom retórico político sob as asas da religião. Quer apenas conquistar novos leitores. Quem crê no Deus bíblico defende o pensamento bíblico em detrimento da filosofia.

    Curtir

    1. Exato. E essa defesa não se trata de imposição de dogmas, como um sujeito informou acima, mas sim compartilhar o entendimento que a pessoa teve. Veja que quando há uma boa noticia, é ótimo compartilha-la, logo proclamar o Evangelho da Graça de Deus é espalhar a boa notícia (boa nova – Evangelho).

      Curtir

    1. Colega, a ciência eh sem duvida ate agora a melhor invenção humana, que nos permite diferenciar o que eh a realidade do que eh uma ilusão. Voce pode acreditar no que quiser que pouco me importa, mas não ha como você se acercar da realidade sem evidencias e lógica, ou seja através da ciência. A fe significa crer sem ter lógica e evidencias e portanto não eh um método seguro para que enxergamos a realidade que nos cerca. Muito menos a filosofia nos permite conhecer a realidade se ela não tem como base as ciências. Alguém que afirma que ciência eh uma bobagem certamente nunca foi alfabetizado em ciências.

      Curtir

      1. A fé é sem lógica e evidências, para quem não tem fé. As pessoas que tem fé em DEUS, agem racionalmente, o próprio DEUS, exige que tenhamos uma fé racional. Vivo tendo fé em DEUS, há 46 anos, estudei Filosofia, tive contatos com ateus, leio e estudo várias posições, respeito-as. DEUS também respeita as nossas escolhas, uma escolha exige responsabilidade, devemos assumir as consequências das nossas escolhas. Assim como, eu tenho gozado as bençãos da minha fé em DEUS, os ateus tem experimentado todos os benefícios de uma vida sem DEUS. Para reconhecer que DEUS existe, é só permitir que ELE atue, seja DEUS na sua vida, a prepotência é uma grande barreira.

        Curtir

  12. Deus é tão bom que concede o direito do homem não acreditar na existencia divina. Pondé é um homem de importancia na filosofia, mas lhe é necessario nascer de novo. Aristoteles foi um grande homem, Einstein tambem foi, foi, foi, foi . Pondé tem a oportunidade, ainda em vida, de mudar a sua propria historia ,,, passando a ser tal como os que nascem de novo … é,é,é,é, para sempre …. em Cristo… Por que se discutem Cristo até hoje é razoável a ressurreição, se há ressurreição então existe a vida eterna…. aproveitem-se dela…

    Curtir

  13. A humanidade sempre desejou ser alguma coisa, o Homem não aceita ser pequeno, sempre desejou e sempre desejará ser grande. O ateísmo é uma busca por afirmação do Homem. Ele não quer um Deus Soberano governando o universo, ele quer conquistar o universo, ele não quer um Ser Soberano dirigindo sua vida, seu destino, ele quer o destino e sua vida em suas próprias mãos. O ateísmo despreza Deus (até por isso escrevem deus) porque querem o mundo, a política, a vida em suas mãos. Eles não podem abrir mão desse direito. O Homem foi criado por Deus, mas quer vê-lo o mais longe possível. O Homem não quer a educação de Deus, não quer os ensinos de Deus, ele quer as rédeas da História em suas próprias mãos, assim é livre para para fazer o que quiser, inclusive dominar sobre outros, usando a religião, política ou qualquer outro instrumento, “Todos os bichos são iguais, mas alguns são mais iguais que outros”.

    Curtir

    1. O ateismo nao despreza nenhum dos quase mil deuses ja imaginados pelos seres humanos. Escrevemos deus pois não eh nome próprio, mas escrevemos Jesus pois eh nome próprio. Eh por questão de gramática e não tem nada a ver com teu deus imaginário.

      Curtir

      1. Quando falamos do Deus que servimos, como pode ser imaginário? O fato de você não conhecer não o torna imaginário, já pensou nisso. Eu não conheço milhões de seres humanos que vivem na China ou Japão, eles existem? Não passarão a existir só quando vir a conhecê-los. Algo que realmente intriga é o que leva ateus , que têm todo o direito de ser, diga-se de passagem, a tentar negar a fé dos que crêem. Os cristãos têm motivos, Jesus nos ensinou isso. Mas, por que ateus querem que deixemos de crer? O que ganham com isso? Se você conseguir convencer alguém a descrer que dirá? “Ele foi liberto dos engodos…” Você se sentirá mais feliz? Se sentirá importante?
        Se você vier a crer, eu sei que será um ato de Deus, não há motivo algum para o orgulho. Eu só creio porque Deus foi extremamente misericordioso comigo.

        Curtir

    2. Claro que alguns ateus asso, mas não pode generalizar, ate porque a unanimidade é burra. Sou ateu pelo simples motivo que sou inteligente, racional e detentor de um razoável conhecimento e logico torna-se impossível acreditar em ficção, o que esse deus é pra mim.

      Curtir

  14. Me impressiona como Pondé segue um caminho parecido com o meu. Fui ateu radical até os 45 anos, e então comecei a perceber que coisas como marxismo, freudianismo ou o big bang eram uma questão de fé. Tão válidas e verificáveis como o cristianismo, com uma diferença: elas não têm a menor validade como código moral.
    É preciso ter coragem para ser como Pondé. Ele tenta, e não sei se consegue, não fazer parte de grupo nenhum. Seria um monge herege no século XI.

    Curtir

    1. As pessoas sao rotuladas como ateus ateias ou elas próprias se rotulam assim. Claro que ha muitos fatores que podem levar uma pessoa a seguir uma religião ou nenhuma, mas eu tenho comigo que essas pessoas que se dizem ateus e se convertem a uma religião, na real nunca foram de fato ateus. Ateismo eh não aceitar as explicações para existência de deus (todos imagináveis) como validas por não apresentarem lógica e evidencias. Ateísmo ou teísmo não significa que um deve ser comunista e o outro capitalista. Colega, ha muitas evidencias sobre marxismo, freudianismo ou o big bang, mas nenhuma prova de que Jesus realmente existiu e muito menos que era um deus ou o filho dele. Portanto, não venha com essa falácia de questão de fe, pois ter fe significa crer sem ter evidencias e ha muitas evidencias de que marxismo, freudianismo ou big bang existem.

      Curtir

      1. caro José, vejo que te falta bom senso quando diz que não há evidencia da existência de Jesus Cristo quando no teu próprio RG carregas a data de teu nascimento marcado pela historia dividida em Antes de Cristo e depois de Cristo.

        Curtir

      2. Você comentou no ano de 2016 depois de Cristo, acho que isso já serve como evidência. Pare de estudar só a colcha de retalhos do big bang e estude também o outro lado, evitando assim, passar vergonha digitando uma bobagem dessas.

        Curtir

      3. Serio mesmo que você ve como uma evidencia da existência de deus ou Jesus ou seu filho que seja, o fato de estarmos vivo? Colega, isso não eh evidencia de nenhum deus ja imaginado. Vai estudar abiogenese e depois evolução das espécies que você vai descobrir como veio parar aqui sem ajuda de nenhum desses deuses que você imagina

        Curtir

      4. Alem disso o sistema Gregoriano de calendário que seguimos não eh prova para o teu deus imaginário. Eh simplesmente um calendário que foi decido em uma época em que no Ocidente a santa inquisição eliminava qualquer um que fosse contrario a igreja.

        Curtir

  15. A pujança nas colocações nao deixa de ser interessante!… A filosofia fica num patamar razoável. Mas o cristianismo perdura numa esfera transcendental e de um equilibrio assombroso: Cristocêntrico!.

    Curtir

  16. Excelente!
    Estou lendo um livro sobre a vida intelectual de CS Lewis, e há muita semelhança no que diz Pondé e de como deixou o ateísmo, em como Lewis também se tornou cristão, e como ele professava esse cristianismo.
    Gostei de verdade. Sou ainda mais admirador do Pondé, agora.

    Curtir

  17. Se não acreditam em Dilma vão escrever seu nome na forma: dilma? Veja como é realmente ser brega os atoas dos ateus! Usam a ciência para justificar sua crença. Para mim, ser ateu, tem que ter muita fé. São milhões de variáveis matemáticas estabelecidas por Deus, para fornecer condições de você está aqui nessa esfera de 6x10exp 24 kg, formada por átomos fabricados em estrelas e aglomerados aqui, gerando metais e suas matérias, gases, fluidos, pressões, temperaturas, luminosidades, ventos, cores, frutos, flores, condições de proliferação de espécies, o pensamento, as vozes, o canto, a capacidade de crescer , buscar ciência, descobrir, ir longe, fazer e desfazer.
    Todo ateu é na verdade um homem que brigou com Deus e tenta iso-lá -lo a todo custo.
    São mentirosos, pois dizem que ateísmo é ciência, mas antes de aprenderem a resolver um logaritmo, na infância ou adolescência desenvolvem essa condição. Daí vão fazer filosofia e até teologia. Defendem uma idéia que não pode ser refutada, pois a hipótese de que Deus existe é baseada no desenvolvimento da fé. Isso nunca foi ciência, portanto sempre será irrefutável.
    Se querem comprovar que existem monopolos magnéticos estudem que um dia provaram, mas Deus nunca será provado nos nossos laboratórios. ..

    Curtir

    1. Dilma eh um nome próprio e ha muitas evidencias que ela existe, ja deus não eh um nome próprio e não evidencia nenhuma que exista. Você ignora o que significa ateísmo, portanto não tente definir o que ignora. Ateu nenhum brigou com qualquer um dos quase mil deuses ja imaginados. Ateísmo eh simplesmente não aceitar as explicações dadas para existência de deus validas por falta de evidencias e lógica. A fe eh crer sem ter evidencias e lógica, portanto uma grande tolice humana.

      Curtir

  18. “Veja” garante que Amador Aguiar era dono do Bradesco, que os Marinho são donos da Rede Globo, que o SBT é de Silvio Santos. Provavelmente acreditam que os Civita são proprietários da Editora Abril. Sugerem que somos imbecís para acreditar naquilo que publicam.. Esse fliósofo Pondé citou Nietzsche mas não de uma letra para Sócrates, fala como se fosse o dono da verdade absoluta.
    Em tempo: ateus deixam de acreditar em deuses mas não especulam outra forma de crença. Sou agnóstico e anarquista mas não milito em nenhuma área para propagar minhas ideias.

    Curtir

  19. Que bom que há tanta incerteza, assim cada um pode seguir o seu caminho com a certeza de que está fazendo o certo, deixando para a sua própria consciência o absolver ou condenar.

    Curtir

  20. Eita gente sem noção este senhor fala o que ele quiser DEUS deu este direito a ele, mas não deu a nenhum ser humano no universo o direito de julga-lo.
    Referente a religião DEUS não me vê como uma evangélica ou católica ou quaisquer religião, ele não nos repartiu em grupos quem fez isso foi a religião.
    Ele me chama de SANDRA sua filha e pronto.
    O que este senhor filosofo falou, não concordo nem descordo apenas aprendo…

    Curtir

  21. Depois de ler e perceber as pessoas que escreveram neste post, vejo que quase todas possuem a mesma problemática: percepção. Sou médico sou formado em teologia e filosofia com uma Faculdade de Letras apoiando tudo isso. Eu pergunto meu paciente Quantas cores você vê? Ele inocentemente responde 7 porque são as cores primárias. Eu lhe respondo dizendo: mas eu tenho em casa um monitor que dá pra ver 32 milhões de cores. No final das contas Quantas cores o nosso olho é capaz de perceber? Graças ao criador dos céus e da terra ele deu a capacidade de somente somente vemos três cores que o nosso RGB. Com essa capacidade eu tanto posso ver as 7 cores primárias no arco íris como as 32 milhões do meu monitor de alta definição. O daltonismo é uma doença que fisiologicamente o olho não percebe uma cor seja o verde ou vermelho ou azul. Tirar uma dessas cores da percepção fisiológica do olho humano faz com que eu tenha que conseguir adaptar-se a essa nova visão da realidade. Minha percepção das coisas e do mundo e da Verdade modificam por falta da percepção de uma cor. Porque um daltônico não percebe uma das cores não significa que ela não exista. Aqui voltamos a questão Inicial elegante epóxi teoria ou não a existência de Deus ela não pode ser percebida por aquele que não possui a capacidade de ver assim como no daltonismo. Não possuir a capacidade da transcendência e da percepção de Deus não significa que ele não exista assim como no daltonismo. Não é a tua incapacidade de perceber uma outra cor que ela não exista assim como a minha incapacidade de perceber a Deus que ele não exista. Como médico eu aprendi de que a minha capacidade e essencialmente limitada. Poderia dizer ainda mais que eu sou fisiologicamente limitado comparado a outros animais por exemplo o cachorro tem o olfato muito melhor do que o meu e nem por isso ele é melhor do que eu. Uma águia tem uma capacidade visual muito superior a minha como ser humano e nem por isso ela é melhor do que eu. O triste de todas essas discussões é que aqui estamos discutindo quem é melhor do que o outro a partir de uma limitação fisiológica naturalmente concebida. Eu não sou melhor do que o outro porque percebo a Deus e nem inferior a ele porque não tenho essa percepção o que eu posso entender que eu possuo uma limitação qual delas eu não sei mas eu sei que eu sou limitado. Quando você está doente e vai ao consultório de um médico aí você percebe o quanto você é limitado pra entender o que está acontecendo com você. Gostaria de terminar aqui a discussão sobre Deus deve ser feita sobre pares e os que não são pares deveriam ficar atentos às suas limitações porque a sua fisiologia não contribui para uma percepção transcendente da vida. Quando você está ali sentado na minha frente falando sobre a sua infecção eu não estou vendo a bactéria mas de forma empírica eu sei onde ela está e quem são elas e para isso eu tenho remédio. Falar sobre Deus na condição de paciente é muito difícil de falar coisas essenciais importantes.!

    Curtir

    1. Basicamente você usa a falácia da “ignorância” ou da “limitação” para justificar o teu deus imaginário. Essa abordagem eh ridícula. Se todos pensassem como você, a humanidade estaria vivendo nas cavernas e você não estaria exercendo medicina em pleno século XXI

      Curtir

  22. Se fosse simples como nos comentários raivosos… Se fosse simples como nos comentários bondosos… A alguns de nós falta coragem para admitir sua finitude: física, moral e intelectual, tanto para o cotidiano quanto para o transcendente. Pondé apontou com clareza sua opinião, despindo-se de qualquer rompante ou vaidade: pensador que é – e até o mais rude dos cientistas concordará que ele é um exímio pensador – apontou-nos suas conclusões: é mais inteligente, e até mais elegante filosoficamente, crer em Deus! Quem lá chegou dificilmente volta; aos outros é concedida a oportunidade de lá chegar! Bom caminho!

    Curtir

    1. haha mais inteligente e elegante crer em qual deus, ja que ha quase mil ja imaginados por crentes em deuses como você e o Ponde? Olha nada contra você “chegar la” e “querer ficar la” Mas “oportunidade de chegar la” eh a maior idiotice que li ate agora aqui nesse site de discussão. Particularmente não busco por nenhum tipo de oportunidade que você sugere. Agora, se você tiver uma explicação lógica e demonstrar através de evidencias porque eh mais inteligente e elegante chegar la estou disposto a ler? Primeiro defina qual deus, quais suas características e depois nos diga porque devo crer que ele eh real e não apenas uma imaginação? abcs.

      Curtir

  23. Dr.Sérgio Correia: As cores primárias em um monitor ou em um televisor qualquer são: Vermelho(R, red), Verde(G, green) e Azul(B, blue). Técnicamente é mais fácil transmitir 3 cores, o circuito dos aparelhos demodulam e reproduzem. Seu argumento é falso: qualquer gato de rua enxerga melhor que um ser humano, se o senhor é médico sabe das patologias humanas e o quanto somos imperfeitos, se é filósofo compreende a vaidade intelectual, se é teólogo sabe da insistência em provar que existe um deus que está acima de tudo e de todos. O que os ateus não aceitam são explicações pueris, afirmações e conceitos esdrúxulos. Todos percebem que existe algo errado em deuses propagados por fés absurdas e sem nexo, não aceitamos essa dominação por não sermos marionetes de padres, pastores, rabinos e etc. Pela lógica todo ateu é uma pessoa culta e bem informada fato que não acontece com as imensa legiões de crentes. Sugiro ao senhor, se for realmente médico, pesquisar doenças incuráveis e depois obrigar seu paciente a ter fé em algum deus para a sua cura.

    Curtir

  24. Interessante o debate, um defendendo a não existência de um Deus e outros defendendo essa existência; uns buscam apresentar argumentos e outro busca ironizar esses argumentos; é interessante perguntar, “será que Deus está preocupado em demonstrar sua existência? ” Tenho conhecidos que se designam ateus e o que chama a atenção é que são combatentes ferrenhos de Deus e seus seguidores, mas não vejo essa mesma veemência por parte dos que crêem e professam a existência de um Deus, Senhor e Criador de tudo que existe no céu, na terra ou no mar. Qual seria a explicação para essa diferença de comportamento? Acho que quem crê, crê e pronto, não carece de ficar em busca de mais provas, pois já encontrou suas respostas; quem não crê, não crê e pronto, esse também encontrou suas próprias respostas também. A ciência é investigação, isso faz parte do ser humano não tem nada de errado buscar entender os fenômenos que nos cercam, há, porém, se me permitem usar essa expressão, “coisas” e fatos que a ciência ainda não explica, não por isso que não existem. Em nenhum momento da história humana vejo um Deus preocupado em afirmar sua existência, vejo humanos preocupados em negá – lo e outros em adorá – lo, e assim caminha a humanidade. Ironia e desrespeito permeiam nossas discussões, mas o que ganhamos com isso, pois Deus não precisa de advogado para defendê – lo. Se uma pessoa se declara atéia está tudo certo e se se declara crédulo, também está tudo certo, Deus deu ao gênero humano o livre arbítrio, somos livres para escolher ser o que bem desejarmos, sabendo, porém, que daremos conta de nossas escolhas e atos e que somos vítimas dessas mesmas escolhas e atos. Prezados não pensemos sobre nos mesmos mais do que realmente somos, pó, pois as mesmas moléculas que formam as estrelas, tanto as que existem, existiram e existirão, que formaram os dinossauros, são as mesmas que nos formam, fisicamente somos todos iguais, mas nós humanos, nos diferenciamos por algo que não entendemos, visto que a ciência ainda não explica, “como se forma o pensamento a partir de combinações químicas e físicas dentro de nosso cérebro”, por tanto, façamos o bem que queremos a nós ao nosso próximo, seja ele quem for.

    Curtir

  25. Eu fico até meio receoso em expressar un comentário no meio de tantas celebridades intelectuais…mas penso que cada um ser vivente tem o direito de se o que quiser ser e nunca li que o Jesus da bíblia quisesse a força convencer alguém sobre ” sua ” verdade. O pouco que conheço da bíblia é que a verdade divina para os que crêem deve servir de transformação para suas vidas e não para criticar as posições contrárias. Consta na bíblia que somente aqueles que são eleitos pelo Deus da bíblia é que aceitariam a sua verdade. Então deixar de crer na existencia de uma divindade não torna o homem mau e muito menos em alguem que se deva desprezar. Acho que o que falta aos “crentes” é o devido respeito ao livre arbítrio que o Deus da bíblia ofereceu ao homem.
    Pr. Ely Saraiva.

    Curtir

  26. A minha impressão do texto do Ponde, foi de uma pessoa que tenta ser político e espertamente tenta afastar de si o rótulo de ateu, criticando todas as religiões. Como um marketeiro político, em meu modo de ver, perde muito em lealdade ao que realmente pensa, ao forçar uma linguagem pop e desdizer o que disse, sempre procurando evitar o rompimento com os deístas, maior parte de seus leitores, como inclusive se observa nos comentários acima.

    Curtir

    1. Marcos, você tem o direito de pensar assim, mas deve reconhecer que o você denomina impressão assume ares de julgamento, no qual você mesmo adiciona elementos. O “espertamente” e o “desdizer” colocados taxativamente por você empobrecem a argumentação. Se me permite, sugiro considerar a possibilidade de o Ponde estar sendo sincero, verdadeiro e até corajoso ao compartilhar esses pensamentos conosco.

      Curtir

      1. Ricardo Luiz, realmente a palavra espertamente foi escolhida a dedo, porque, no meu entender, o Pondé tem consciência e convicção de que é ateu. Todos os argumentos que ele menciona são de ateu. E dificilmente teremos um filósofo sério, que não o seja. Ocorre que é inaceitável para a quase totalidade da população brasileira uma pessoa ser ateia. E como ele não é um militante do ateísmo, não empunha essa bandeira, não compensa esse desgaste. Então, ele tenta passar esse sentimento de que acreditar em Deus seria mais legal.

        Curtir

      2. Marcos, entendi sua posição. Pondere que Pondé (proposital o trocadilho rs rs) não tem necessidade de dissimular; aliás, por sua verborrágica direta e aguçada conquistou ouvidos nas diversas platéias. Os discordantes apreciavam ouví-lo e “filosofar”, como os concordantes que agora não o são deveriam também o fazer. Fica o primeiro convite. O segundo convite é para você mudar de opinião quanto à impossibilidade de um não ateu poder ser filósofo; fica difícil conversar com quem assume a premissa de ter razão absoluta.

        Curtir

      3. Concordo com sua opinião. Realmente não sou o dono da verdade. Mas por outro lado, penso que é muito difícil discutir sobre fé. Quem acredita em Deus, normalmente tem fé. Uma das premissas do trabalho do filósofo é o questionamento. Como filosofia é uma ciência, os questionamentos ao serem respondidos devem estar amparados pelo método científico. Em princípio, devem ser comprovados. Fica difícil qualquer discussão na esfera filosófica se o cientista acreditar em um axioma, como por exemplo : um milagre. E é o que lá no final do texto do Ponde, ele fala.
        Mas, realmente, quando decidi fazer o comentário , não pensei em discutir religião. Não tenho qualquer interesse em convencer alguém em deixar de ter fé ou mudar de religião. Resolvi dar minha opinião por achar que, como filósofo, a fala dele foi incoerente. Mas é só uma singela opinião, sem qualquer relevância, e também não sou autoridade no assunto. Mas obrigado por dar atenção a minha opinião.
        Apesar de não querer converter ninguém, gosto de uma discussão, quando fica no âmbito do conhecimento e quando ambas as partes admitem qualquer questionamento, sem se sentirem ofendidas ao serem indagadas sobre fundamentos baseados em dogmas, que podem ser a base de sua fé.

        Curtir

      4. É isso mesmo Marcos… Bem coerente… Davi Clawa costuma dizer: a ciência chegará lá! Como a própria ciência reconhece o imponderável como possível – já que observa constantemente essas ocorrências sem que saiba explicá-las, quiçá antes dela o colega chegue. Confesso que diferente de você, gostaria de convertê-lo pro “lado de cá” por ser muito bom! Abraços

        Curtir

  27. É saudável discernir, aquilo que se busca aqui é a exposição de argumentos e, até agora, não vi ninguém afirmando que é dono da verdade absoluta. O livre arbítrio não é divino é congênito. A ciência é muito suor, muita pesquisa, muitas tentativas e desistências até que se reconheça a veracidade de uma afirmação com provas concretas. Não posso acreditar em algo subjetivo, não reconheço afirmações baseadas em livros traduzidos e editados por pessoas conforme o
    interesse dos seus patrões. Etimologia: a bíblia tem palavras inventadas pelos seus tradutores,
    desde a torá até a vulgata latina, imaginemos a tradução em português pelos novos evangélicos !
    A biologia explica as sinapses cerebrais através do estímulo dos neurônios. Ateus não abominam
    os teístas nem combatem suas crenças. Pessoalmente acho que são ingênuos e limitados intelectualmente; é mais fácil crer em um provedor divino que refletir, estudar, trabalhar bastante para conseguir aquilo que angustiamos possuir.

    Curtir

    1. José da Silva, equivoco teu achar ser mais fácil crer do que ser ateu. Para ser ateu basta o status quo, natural e bruto; rejeitar o conhecimento de Deus e seguir a vida. Ser crente implica em um primeiro ato de autoconhecimento seguido do devido reconhecimento de duas realidades ou condições: 1a. o desejo de se transcender a si mesmo e ser perfeito em ações temporais, obter aprovação, ser aceito e ser feliz; 2a. sua incapacidade de trilhar com excelência a 1a. e conseguir abstrair-se de sua própria finitude a ponto de reconhecer (com nenhum ou todo o saber científico) estar inserido num contexto cuja principal incógnita o remeta inexoravelmente à outra dimensão. Num segundo ato – numa mescla de baixar a cerviz, destronar o ego, buscar ou ser buscado por Esse Ser da outra dimensão ter um encontro com Ele e passar – desde essa realidade – a viver em outra, e simultaneamente, com os seus dilemas. Ora, até os modelos atômicos sugerem ser mister energia extra para ir a um nível maior… É mais fácil permanecer no desconhecimento.

      Curtir

  28. Não sou intelectual e muito menos cientista. porém em minha opinião acredito que quando se trata de Deus ( pessoa) e não religião , a filosofia e a ciência só produzem discussões tolas.
    SIMPLISMENTE NÃO LEVAM A LUGAR NENHUM. ( . )

    Curtir

  29. Tu falas como defensor de um vício de alguma droga que causa alucinações: “outra dimensão”,
    “passar para outra realidade”. Está “viajando” ? Marx (Karl) estava certo em afirmar que a
    religião é o ópio do povo !Francamente, já afirmei que não acredito em subjetividades,
    tu não sabes ler e compreender textos ?

    Curtir

    1. É exatamente isso e ao mesmo tempo não é nada disso. Veja, José, raciocine comigo: não seria exatamente isso que deveríamos esperar da transcendência? Parece loucura para quem olha do ateísmo para Deus, para quem tenta assistir um 3D sem os “óculos”, parece impossível aos mesmos componentes moleculares do “pó da terra’ e dos macacos terem um diferencial chamado folego da vida, saltar de uma “dimensão” para outra; a “energia” para esse salto está disponível; o “óculos 3D” para mim e pra você foi comprado por um bom preço: a chave que “abre esse mistério ” é única : JESUS!

      Curtir

    1. Não José, há em todos nós a inércia da zona de conforto agravada por vezes ao ego. Com os elementos que temos em determinada época racionalizamos e “sentamos” sobre as conclusões. Aí praticamos um discurso de fundamentação científica, mas incoerente com seus princípios que é reconhecer contraditórios que melhor o substituam suas teorias. Ora, o que seria mais mediocre: depreciar os contraditórios ou orientar aos que assim o fazem?

      Curtir

      1. Tu afirmas que sou arrogante e tu humilde, ambos são defeitos de caráter. Confúcio ensina
        que a virtude está no meio, subentende-se que nem o excesso ou a falta são benéficos. Dou
        esse assunto por encerrado.
        P.S.: Medíocre corresponde à média, dependendo da pessoa chamá-la medíocre pode ser
        um elogio.

        Curtir

      2. Novamente não, José. Não está interpretando adequadamente. Quando usei “nós”, a referência não foi alusiva apenas ao “José”, mas também ao Ricardo e extensiva à toda raça humana. Nosso ego oblitera nossa visão. Numa questão crucial como esta, na qual discute-se uma eternidade, são inoportunas frivolidades. Vou agora dizer ser um elogio a ti a mediocridade e dispersar? Antes insistir que ao menos considere abstrair-se do pedestal argumentativo e, de mãos dadas trilharmos um novo Caminho, pois decerto o outro é um abismo existencial.

        Curtir

    1. Da para ficar entediado ao ler tantas idiotices desse filosofo falso ateu e seus seguidores entorpecidos pela imbecilidade da suposta “autoridade” que ele tem. Ponde, não faz a minima ideia do que seja ateísmo e voces seguem a mesma falácia desse senhor. Ateísmo colegas, eh não aceitar as explicações para existência de deus, todos os imaginados, por falta de evidencias e lógica. Que evidencia ou lógica tem o Ponde ou voces do teu deus, seja ele qualquer um dos quase 1000 ja imaginados pelo ser humano? A filosofia tem seu valor, mas esta morta como “autoridade” para explicar a realidade que nos cerca. Bom fim de semana!

      Curtir

      1. Ah José, há tantas evidências… se é esse o teu maior óbice e você realmente estiver disposto a ouvir, você abandonará o ateísmo… ocorre que você parte do pressuposto que não aceitará questionamentos ao teu posicoonamento e isso dificulta o diálogo… vaidade e orgulho obliteram o ver e enxergar (em sentidos complementares)… poderia começar com bilhões atemporais crendo em contraposição de milhares não… poderia lembrar do Filho de teu xará com a Maria… dEle ter sido anunciado milhares de anos antes de seu nascimento (linhagem, local, modo etc.)… entendo, contudo, tua dificuldade e imagino ser sincero… vamos combinar : leia o livro de João, peça a Deus que se revele…

        Curtir

  30. Eu penso que o nosso querido Pondé, está mergulhado num tremendo show pirotécnico, hora é atéu e depois diz não ser mais. Acho que ele quer se divertir com a reação das pessoas, tentando mudar seu ponto vista filosófico, que acaba caindo em descrédito.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s